• Jéssica Paula

12 museus virtuais para visitar sem sair de casa


Em tempos de quarentena, cancelamentos de voos e fechamento de fronteiras, pode ser bastante difícil encarar os próximos dias em isolamento e deixar para depois alguns sonhos de viagem. Que tal então “embarcar” para novos destinos por meio de viagens virtuais? Diversos museus em todo o mundo oferecem visitas a galerias e principais obras de arte online. Aproveite o tempo em casa para passear pelos corredores de lugares maravilhosos como o Louvre, em Paris; o Metropolitan, em NY; e o MASP, em São Paulo.


É uma ótima maneira de não se isolar completamente do mundo e ainda se manter conectado com a cultura e a arte. É um alento em dias tão difíceis e você ainda sairá dessa expert em grandes artistas. Bora passear, mesmo que virtualmente!


1- Louvre, Paris




O Museu do Louvre faz parte da lista de desejos de muitos viajantes e ele é mesmo sensacional! Apesar das longas filas que são comuns e da corrida incansável para chegar à Mona Lisa, o Louvre deve e merece ser visitado com calma.


Aproveite então o passeio virtual para curtir detalhes das obras (algumas delas em alta resolução e riqueza de detalhes) e corredores sem as dezenas de pessoas fazendo self ao seu lado. A parte chata da visita virtual ao Louvre é precisar instalar o Flash (para quem ainda não tem disponível no computador). O Louvre não está entre os melhores sites de museus virtuais, mas certamente está entre os melhores museus do mundo. Não perca a visita!


O museu virtual está disponível em francês, inglês, espanhol e outras línguas. Para visitar, clique aqui.



2- Metropolitan Museum of Art, Nova York – Estados Unidos




O Metropolitan é um dos maiores e mais completos museus da cidade de Nova York. Queridinho entre os turista e visita quase certeira para quem vai a primeira vez à cidade, o MET vale horas de passeio pessoalmente e também online. No site do museu há vídeos disponíveis que mostram o Metropolitan em 360º, com direito a ótima trilha sonora. Nos vídeos é possível comandar a direção e assim olhar o museu pelo ângulo que você desejar.


Além dos vídeos em 360º, o site do MET oferece também diversos vídeos, textos e fotos sobre a história das obras disponíveis no museu, os bastidores do lugar e detalhes das exposições. Pelo mapa do museu disponível no site é possível saber mais sobre cada sala do MET.


Outra maneira de ver o Metropolitan de NY é pela página do Google Arts & Culture, que oferece visita virtual de diversas sessões do museu em 360º, como se fosse um Google Street View de arte.


O museu virtual está disponível em inglês.



3 - Art Institute of Chicago – Estados Unidos



Eternizado nas cenas do filme “Curtindo a Vida Adoidado”, o Art Institute of Chicago é um dos mais impressionantes museus da cidade e tem um dos melhores acervos do mundo, especialmente do período impressionista. São mais de 300 mil peças guardadas pelos dois leões de bronze que encantam os visitantes na entrada do prédio.


O museu é tão grande que perde, em tamanho, apenas para o Metropolitan de Nova York. Um dos mais disputados quadros do museu é a obra American Gothic, pintada pelo americano Grant Wood em 1930, que pode ser conferido de perto em uma rolê virtual, assim como outras obras importantes do museu. Os áudios disponíveis no audioguia do museu também estão acessíveis online. Ótimo para saber mais sobre cada obra.


O museu virtual está disponível em inglês. Para acessar clique aqui.



4 - Pinacoteca, São Paulo – Brasil



Um dos mais belos museus da cidade de São Paulo, a Pinacoteca é um deleite para os olhos. O antigo prédio Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX, já seria o suficiente para merecer o passeio virtual. No entanto, a Pinacoteca vai bem além e apresenta um belíssimo acervo, que começou com apenas 26 quadros e hoje conta com mais de 9.000 obras de arte.


O destaque é a coleção de artistas nacionais, especialmente dos séculos XIX e XX, entre eles: Benedito Calixto, Pedro Alexandrino, Victor Meirelles, Eliseu Visconti, José Ferraz de Almeida Junior e Anita Malfatti.


Você poderá conferir detalhes de diversas obras online e também visitar os corredores do museu através do Google Arts & Culture, com destaque para a obra Mestiço, de Candido Portinari.


O museu virtual está disponível em português, inglês e espanhol. Para acessar clique aqui.



5 - Museu do Vaticano, Roma – Itália




O Museu do Vaticano é capaz de dar uma canseira até nos turistas mais atletas, a começar pelas longas filas e corredores que levam a obras de arte reunidas por séculos da história.


Virtualmente será bem mais tranquilo visitar os suntuosos salões que formam o museu e ainda ver com calma cada detalhe da sempre disputada Capela Sistina, que tem parte da obra executada por Michelangelo. Entre as obras de arte do Museu do Vaticano, podem ser vistos trabalhos de Rafael, Leonardo Da Vinci, Caravaggio e outros. Diversas obras, capelas e edificações podem ser visitadas em vídeos e em fotos 360º.


O museu virtual está disponível em inglês, francês, italiano, alemão e espanhol. Clique aqui para acessar.



6 - Casa de Anne Frank, em Amsterdam



O Museu Casa de Anne Frank, localizado em Amsterdam, conta a história da menina de origem judia que se refugiou com a família na casa de vizinhos que os protegeram durante a invasão nazista aos Países Baixos, em 1942.


Virtualmente é possível assistir a diversos vídeos sobre a vida e o diário de Anne Frank, visitar a sala onde ela e a família ficaram escondidas por mais de dois anos durante a Segunda Guerra Mundial e também a casa onde moravam antes da grande guerra. Quem tiver disponível óculos de realidade virtual poderá usá-los em uma sessão especial.


O museu virtual está disponível em inglês, espanhol, holandês e alemão. Há uma galeria especial em português e outras 19 línguas. A sessão de realidade virtual também está disponível em português.


O museu também pode ser visto no Google Arts & Culture. Para acessar, clique aqui.



7 - Museu d’Orsay, Paris – França




O Louvre é maravilhoso, mas o d’Orsay é favorito de muitos turistas que passam por Paris. Com tamanho mais compacto (funciona dentro de uma magnífica estação ferroviária construída em 1900) e acervo mais enxuto, o d’Orsay costuma ser mais fácil de percorrer.


O espaço apresenta a arte na França, Europa e Estados Unidos do período de 1848 a 1914. Virtualmente é possível conhecer mais sobre o acervo e história da arte em diversos vídeos educativos e ainda percorrer os corredores e ver em detalhes as principais obras por meio do Google Arts & Culture.


O museu virtual está disponível em francês, inglês, espanhol, alemão e italiano. Para acessar clique aqui.



8 - Museu Nacional de Antropologia, Cidade do México – México





Maior estrela da Cidade do México, o Museu Nacional de Antropologia é uma das mais populares atrações da cidade. A fama não é à toa. O museu tem um acervo realmente espetacular e único. Certamente é visita obrigatória e prioritária para quem estiver na cidade, mas você poderá também conhecer o acervo virtualmente.


Os maiores destaques do museu estão na sala dos povos mexicas (como os mexicanos se referem aos astecas). É nesta grande ala da exposição que se encontra a Pedra do Sol, mais popularmente conhecida como Calendário Asteca. Outro ponto de destaque são as grandiosas esculturas que representam os deuses de Teotihuacán. No site do museu é possível ver detalhes do acervo e no Google Arts & Culture você consegue caminhar por entre os maravilhosos corredores.


O museu virtual está disponível em inglês e espanhol. Clique aqui para acessar.


9- Galeria Uffizi, Florença – Itália


Florença é uma cidade que respira arte e a Galeria Uffizi é um prato cheio para explorar obras de grandes gênios italianos. O museu conta com diversas esculturas, a maioria produzida entre os séculos XII e XVII, e obras de artistas como Botticelli, Leonardo da Vinci, Michelangelo e Rafaello. As atrações principais estão na Sala Botticelli, onde podem ser vistos os quadros A primavera e O Nascimento de Venus.


Na sala dedicada ao icônico Leonardo da Vinci estão as obras Anunciação e A Adoração dos Magos. Já na saída, outra surpresa: na sala Caravaggio, encontramos a conhecida Medusa. Tudo isso você pode conferir percorrendo os corredores do museu pelo Google Arts & Culture. No site do museu, vale conferir exposições online e alguns dos mais importantes trabalhos em fotos com alta resolução, onde cada detalhe das pinceladas pode ser visto.


O museu virtual está disponível em inglês e italiano. Acesse clicando aqui.


10 - MASP, São Paulo – Brasil




Principal museu de São Paulo, o MASP marca o coração da Avenida Paulista. Com projeto da arquiteta Lina Bo Bardi, o prédio do MASP é famoso pelos quatro pilares vermelhos que apóiam o grande vão livre de 74 metros. Entre as obras do museu, destacam-se nomes nacionais como: Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Anita Malfatti e Almeida Junior.


A arte internacional é representada por: Rafael, Mantegna, Botticceli, Delacroix, Renoir, Manet, Monet, Degas, Cèzanne, Picasso, Modigliani, Toulouse-Lautrec, Van Gogh, Matisse e Chagall, entre outros. Virtualmente você poderá conhecer o acervo do museu, acessar galerias e detalhes das peças em exposição.


O passeio pelos corredores pode ser feito pelo Google Arts & Culture. E o museu virtual está disponível em português e inglês. Clique aqui para acessar.



11 - Museu da Acrópole, Atenas – Grécia



O Museu Arqueológico de Atenas é visita imperdível para quem vai à capital da Grécia, mas também merece a sua visita online.


O espaço preserva boa parte do que restou dos adornos da Acrópole de Atenas, além de outras construções e obras de arte importantes para o país e toda a civilização ocidental. Inaugurado em 2009 – o primeiro museu foi fundado em 1878 -, o moderno prédio possui várias galerias lindíssimas, entre elas a que expõe cinco Cariátides.


O site do Museu da Acrópole não é dos melhores, mas o passeio pelo museu no Google Arts & Culture ajuda a dar um gostinho do que é o lugar.


O museu virtual está disponível em inglês, francês, italiano, espanhol, grego, alemão e outras línguas. Clique aqui para acessar.



12 - National Museum of Natural History, Washington DC – Estados Unidos





A popularidade do National Museum of Natural History entre os turistas pode ser explicada pelo incrível acervo. São mais de 126 milhões de espécimes e artefatos que encantam os visitantes. Logo na entrada do prédio, você será recebido por um amigável elefante. E este é só o começo da viagem.


Ao longo dos corredores, você irá se deparar com animais fantásticos, uma gigantesca réplica de baleia azul pendurada no teto, aquários que contam um pouquinho sobre os mares e oceanos, esqueletos de dinossauros e muito mais! Famoso pela interatividade que oferece aos visitantes, o National Museum of Natural History, do grupo Smithsonian, não desaponta online.


No site oficial é possível percorrer os corredores clicando no mapa disponível na página e ainda ver de perto algumas das atrações e o materiais em exposição em 360º ou em realidade virtual.


O museu virtual está disponível em inglês. Clique aqui para acessar.



Como acessar mais museus


O Google Arts & Culture é um projeto do Google que mapeia o interior de diversos museus e espaços destinados à arte e cultura no mundo, com riqueza de detalhes de diversas peças em exposição. É um excelente ponto de partida para viajar pelo mundo dos museus sem precisar sair de casa. Um Google Street View inteiramente dedicado à arte. Aproveite e continue viajando, mesmo que virtualmente!




* Com informações de "Melhores Destinos"